Pesquisar

Carregando...

quarta-feira, março 31, 2010

História da Páscoa


As origens do termo  
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem. 
Entre as civilizações antigas  
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.
A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.  
A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém  
A História do coelhinho da Páscoa e os ovos  
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.
A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Alunos são premiados em Olimpíada Brasileira de Matemática


Estudantes cearenses foram premiados na 5ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que aconteceu em duas etapas, nos dias 25 de agosto e 24 de outubro. A Obmep contou com a participação de 19,2 milhões de estudantes do sexto ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, de 43,8 mil unidades de ensino brasileiras.

As provas da primeira etapa foram corrigidas pelos professores das escolas participantes, que enviaram 5% das melhores notas juntamente com o cartão-resposta para o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa). Na segunda fase, as provas foram aplicadas e corrigidas por professores indicados pelo Impa.

O objetivo da Olimpíada foi incentivar o ensino da Matemática e descobrir talentos entre estudantes  das redes públicas que estão nos anos finais do Ensino Fundamental e em todo o Ensino Médio. Os alunos com melhores desempenhos ganharam bolsas de iniciação científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e medalhas de ouro, prata e bronze. Mais 350 estudantes cearenses receberam Menção Honrosa.

Além dos alunos, o Colégio Estadual Justiniano de Serpa, em Fortaleza, a Escola de Ensino Fundamental e Médio Estefânia Matos, em Itapajé e o Colégio Militar do Corpo de Bombeiros, em Fortaleza, receberam um kit com material esportivo, livros/vídeos para a composição de uma biblioteca básica em Matemática e Ciências e troféus.

Confira abaixo a lista dos alunos premiados:

Medalha de ouro
Danton Mackhno Araujo Serpa – EEFM Filgueiras Lima (Iguatu)
Jefferson Marques Viana – EEFM Senador Carlos Jereissati (Jijoca de Jericoacoara)
Ricardo Oliveira da Silva – EEFM Castelo Branco (Várzea Alegre)
Vitória Myriam Alcântara – EEFM Vicente Antenor Ferreira Gomes (Sobral)


Medalha de prata
Antônio Valderlânio da Silva – EEFM Aldaci Barbosa (Fortaleza)
Luis Marcelo Gomes de Oliveira – EEFM Jaime Laurindo da Silva (Barroquinha)
Rômulo Gabriel Lima da Costa – Colégio Militar do Corpo de Bombeiros (Fortaleza)
Herlany Ferreira Bezerra – Colégio da Polícia Militar (Fortaleza)
Filipe Garcia Macambira – Colégio da Polícia Militar (Fortaleza)


Medalha de bronze
Felipe da Silva Pinho – EEF Álvaro de Araújo Carneiro (Madalena)
Tiago Aguiar de Maria – EEFM Wilebaldo Aguiar (Massapê)
Romário Anderson Maia – EEFM Lauro Rebouças de Oliveira (Limoeiro do Norte)
Alisson Carpino Freitas – EEM Governador Adauto Bezerra (Fortaleza)
Bruno Romário Ferreira Bitu – EEFM José Correia Lima (Várzea Alegre)
Matheus Maia Roque – EEFM Lauro Rebouças de Oliveira (Limoeiro do Norte)
Francisco de Assis Brito de Oliveira – EEFM Avelino Magalhães (Tabuleiro do Norte)
Ronney Moreira de Souza – CERE Maria José Santos Ferreira Gomes (Fortaleza)
Deivid Charles Campos – EEFM Nonato Freire (Alto Santo)
Paulo Francisco Saraiva Caselli – EEEP Governador Virgílio Távora (Crato)
Francisco Jordão Camelo – EEFM Antônio Raimundo de Melo (Carnaubal)
José Waldeson Fontenele Lima – EEFM Dr. João Ribeiro Ramos (Sobral)
Ana Beatriz Valdivino – Colégio Militar do Corpo de Bombeiros (Fortaleza)
Clívia Lima Araújo – Colégio da Polícia Militar do Ceará (Fortaleza)
Letícia Hellen Marques do Santos – Colégio da Polícia Militar (Fortaleza)
Kassiopéya Cristina do Nascimento – Colégio da Polícia Militar (Fortaleza)
José Ivan Ribeiro – Colégio da Polícia Militar (Fortaleza)
Hernandes Inácio Costa – Colégio da Polícia Militar (Fortaleza)



Nossa escola no Fantástico



Um aluno da nossa escola participou da edição do Fantástico que foi ao ar dia 20/12/2009. Ele foi beneficiado pelo projeto dos Correios que adota as cartas que as crianças escrevem para o Papai Noel. Os padrinhos voluntários podem adotar um ou vários pedidos. 
Vejam o vídeo e saibam quem foi o aluno.








sexta-feira, dezembro 18, 2009

PROJETO INTERDISCIPLINAR: "NOSSAS VIDAS"

EEFM SANTO AMARO
PROJETO INTERDISCIPLINAR :NOSSAS VIDAS
AUTORIA: ANA SANTIAGO DE LIMA SILVA
Professores envolvidos no projeto: Ana Santiago de Lima Silva, Ambrósio da Silva, Francisca Fontenele dos Santos Rocha e Moema Márcia Alves Fernandes dos Santos.
Disciplinas: Biologia, Matemática, Português e Sociologia .

INTRODUÇÃO

Este projeto viabiliza o processo ensino-aprendizagem com os alunos do 3º ano do Ensino Médio, mediante a contextualização das disciplinas Biologia ,Matemática, Português e Sociologia. Tendo como clientela os alunos do Ensino Médio de uma escola de Ensino Fundamental e Médio da periferia de Fortaleza.. Esse trabalho tenta apontar outros caminhos, além do tradicional, que levem o aluno á aprendizagem dos conteúdos. Caminhos que não são tortuosos, mas sim prazerosos. Nesta linha de ensino-aprendizagem, o aluno é parte ativa e o professor é o facilitador. O professor ajuda os alunos a tirarem conclusões coerentes, sempre que possível, contextualizando a aprendizagem.

O propósito desse projeto não é estabelecer regras específicas e métodos de ensino sobre o desenvolvimento biológico, social e econômico do ser humano da fecundação á adolescência, mas propor métodos práticos e incentivar processos que tornem o ensino eficiente e interessante. Tentamos visualizar e apresentar idéias que se aplicam aos problemas práticos de ensino.
Pensamos na importância da participação, na possibilidade de atividades junto aos estudantes tendo como objetivo colaborar na melhoria das condições de vida para construir uma sociedade mais justa e solidária. Acreditamos que esta experiência, a partir da conscientização das problemáticas locais, possa alavancar propostas coletivas do ensino público de qualidade e conseqüentemente da qualidade de nossos alunos.



METODOLOGIA

O aprendizado ecológico no nível médio desempenha um papel instrumental, pois trata de uma ferramenta que serve para a vida prática. Tal aprendizado deve ser analisado com suas características estruturais e específicos.

“O principal objetivo de educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que as outras gerações fizeram.” (Jean Piaget)

Para que esse trabalho possa ser desenvolvido com sucesso na Escola de Ensino Fundamental e Médio Santo Amaro e para que haja participação dos alunos os mesmos desenvolveram um projeto prático e de fácil manuseio . Nossa proposta tem a intenção de motivar o estudo sobre vários aspectos que envolvem a vida de nossos alunos nos seguintes aspectos, biológico, social e econômico.
Conclusão
Esse projeto estar sendo finalizado com um livro produzido pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio da EEFM Santo Amaro sob a orientação dos professores Ana Santiago de Lima Silva, Ambrósio da Silva, Francisca Fontenele dos Santos Rocha e Moema Márcia Alves Fernandes dos Santos.
Disciplinas:Biologia,Matemática,Português, Sociologia . Onde os estudantes relatam de sua maneira:
Além das mudanças físicas, cada jovem descrito neste livro relata sonhos, tristezas, frustrações, superação de obstáculos, crença em dias melhores, sua vida em família, a aceitação por parte dos amigos e da sociedade, a busca por emprego, a vontade em ser aprovado no vestibular, seus momentos felizes, e o desejo em mudar sua condição de vida .
Utilizando-se de diferentes fontes de informações e recursos tecnológicos, praticando o conhecimento adquirido.O propósito dessa prática é incentivar alunos e professores a utilizarem o ambiente escolar com a finalidade educativa para transmitir e adquirir conhecimento , ressaltando principalmente as atividades práticas e as experiências pessoais. Aplicando um enfoque interdisciplinar aproveitando o conteúdo específico de cada área, de modo que se consiga uma perspectiva global da questão ambiental.

segunda-feira, novembro 30, 2009

PROJETO IDENTIDADE DIGITAL


JUSTIFICATIVA

        Com a finalidade de integrar toda a comunidade escolar vê-se necessário desenvolver o projeto Identidade Digital, diante do mundo globalizado e informatizado o ensino de informática  que facilita, dinamiza e otimiza a compreensão das outras áreas do conhecimento, através dos recursos tecnológicos; computadores, acesso à Internet e programas educativos.
       A sociedade em que vivemos exige cada vez mais a qualificação de nossos jovens e essa qualificação começa na escola com um ensino de qualidade e com acesso a tecnologia que está  presente no nosso dia a dia.
       A comunicação é fundamental para que se possa construir uma educação onde todos participem e contribuem no processo educacional, onde todos tem os mesmos direitos e deveres.

   
OBJETIVO GERAL

    Contribuir para a formação dos alunos e professores numa perspectiva cidadã, contextualizando a informática em todas as disciplinas curriculares.


OBJETIVO ESPECÍFICO

Desenvolver um conjunto de ações práticas para a utilização do uso do computador como ferramenta no processo ensino aprendizagem.
Despertar nos educandos, o estímulo a pesquisa proporcionando atividades que desenvolvam a comunicação e expressão.
Integrar os educandos nas atividades do laboratório de informática, propiciando sua  participação nos trabalhos coletivos e individuais.
Permitir que o corpo discente e docente desenvolvam criatividade e criticidade.
Promover momentos de estudo para melhorar o processo ensino-aprendizagem.
Identificar a deficiência dos alunos e suprí-las.


PROCEDIMENTOS

Divulgação do tema do projeto na sala de aula.
Capacitação de professores e alunos.
Criar uma conta para acessar e-mail.
Manusear a conta.
Enviar e receber arquivos.
Criar grupos das disciplinas.
Noções de informática básica (Trabalhar com o CALC e Writer – edições e formatações).
           -    Entrega de certificado para os participantes.


GRONOGRAMA

18/08  a 20/08 - Divulgação do projeto “Identidade Digital”em sala de aula nos turno três turnos
                                 (manhã, tarde e noite).
                         - Escolha de 04 alunos por sala para participarem de uma capacitação (2 dias)no 
                           contra turno.

21/08            - Divulgação das turmas e horário da capacitação.
25/08 e 27/08   - Treinamento dos alunos do turno da manhã no contra turno.
26/08 e 28/08   - Treinamento dos alunos do turno da tarde no contra turno.
28/08 e 29/08   - Treinamento dos alunos do turno da noite no contra turno.
09/09           - Treinamento dos professores do Ens. Fundamental
09/09                - Treinamento dos professores do Ens. Médio
15/10            - Entrega dos  certificados dos professores capacitados
17/10            - Entrega dos certificados dos alunos capacitados

Obs: Após o período de treinamento do projeto Identidade Digital, os alunos treinados tornaram-se monitores da turma, auxiliando os colegas no laboratório de informática. A emissão de identidade digital se estenderá até dezembro de 2008.




















sexta-feira, novembro 27, 2009

Projetos Desenvolvidos

- Identidade Digital
-

quarta-feira, novembro 25, 2009

Conheça um pouco da nossa história

A Escola de Ensino Fundamental e Médio Santo Amaro, fica situada à Rua Nova Conquista, nº. 871 Parque Santo Amaro, no prédio onde antes funcionava a Escola Hilda Couto Bezerra, de propriedade do Sr. Reginaldo Bandeira Girão Nobre.

A Escola Santo Amaro nasceu em 04 de março de 1998, como Anexo da EEFM Júlia Alves Pessoa que contava com quase 4.000 alunos , funcionando durante 4 expedientes, porque nesta época havia o turno intermediário.

Dessa forma havia uma demanda reprimida que a EEFM Julia Alves não tinha capacidade de suprir, em 1998 nasceu o anexo Santo Amaro cujo o nome foi escolhido pela comunidade em homenagem ao bairro. Primeiro discípulo de São Bento, Santo Amaro é chamado padroeiro dos agricultores e foi um grande praticante da obediência sendo comemorado seu dia em 10 de maio. A escola teve como primeira diretora a Professora Núbia Silva de Araújo, que era diretora geral da Escola Júlia Alves a Patrimonial. Em 1999 foi indicada para a direção a Professora Fátima Maria Sousa de Sabóia para o triênio 1999/2001. Não foi possível haver eleições diretas para diretor e foi indicada pelo Secretário da Educação Básica a Professora Heloisa Helena Linhares para intermediar o triênio 2002 a 2004. Em pouco tempo de administração a mesma tem demonstrado grande empenho em melhorar a escola, visto que já foram realizadas algumas modificações na sua estrutura física tais como: construção de quatro salas de aula, uma sala de coordenação, um banheiro para o núcleo gestor, um campo society com areia da praia, instalação elétrica trifásica, área coberta para diversos eventos e a instalação de um fax . Por iniciativa da atual diretora em março de 2002 a escola deixou de ser anexo passando a ser unidade orçamentária. Atualmente a Escola está credenciada e com seus cursos reconhecidos pelo Conselho de Educação sob o parecer 233/2004 . Em 15 de julho de 2003 através de diário oficial a Escola de Ensino Fundamental Santo Amaro passou a denominar – se Escola de Ensino Fundamental e Médio Santo Amaro.

Merece destaque a parceria do proprietário do imóvel Sr. Reginaldo Bandeira Girão que muito tem colaborado para a melhoria do mesmo.

A atual meta administrativa é a compra do prédio onde funciona a escola, luta encabeçada pela direção e comunidade sendo que já foi formalizado o processo de compra, estando apenas aguardando o parecer final da Secretária da Educação.

A escola Santo Amaro tem como lema “ Educando e aprendendo a fazer um mundo melhor.” Vale ressaltar que esta frase foi criada pelo aluno Francisco Santiago da Silva durante um concurso realizado no interior da escola.

Entendemos que a educação não é salvadora, mas pode mudar consciências, ministramos atividades com muita responsabilidade e dedicação, sonhamos com a certeza de grande realizações, transformação cultural, humanística e cidadã de sua comunidade. Seu objetivo maior é a preparação de seus educandos para a justiça, fraternidade e busca da cidadania.

No ano de 2004, foram realizadas pela Secretaria de Educação Básica Eleições Diretas para Direção das Escolas Publicas do Estado do Ceará. Na EEFM Santo Amaro foi eleita com 93% dos votos válidos à atual diretora Heloisa Helena Linhares para o quadriênio de 2004/2008, fato relevante nessa escola visto que nunca aconteceu eleições nesta Unidade Escolar, por diversos problemas onde sempre ocorrera intervenções.

Acreditamos que a gestão democrática é o ponto fundamental para o sucesso desta escola, nesta perspectiva a Escola de Ensino Fundamental e Médio Santo Amaro busca oferecer a sua clientela uma educação de qualidade.